Sobre O Trem Companhia de Teatro

Com sede em Belo Horizonte e São Paulo, O Trem Companhia de Teatro se configura como centro de criação na medida em que representa o ponto de convergência entre artistas de trajetórias diversas.

Com direção artística de Lívia Gaudencio, o trabalho do grupo é marcado por uma dramaturgia autoral, já tendo circulado por Portugal, Uruguai, Chile e várias partes do Brasil.

Com direção artística de Lívia Gaudencio, o trabalho do grupo é marcado por uma dramaturgia autoral, já tendo se apresentado em Portugal e circulado por várias partes do Brasil.

Quem somos

Lívia Gaudencio – diretora artística

Lívia Gaudencio é atriz, diretora, dramaturga e roteirista. Formada em Artes Cênicas pela UFMG e pós-graduada em Cinema pela UNIBASP, sendo a diretora artística da O Trem Companhia de Teatro (MG) e sócia da Tríplice Cultural (SP). Além de premiada diretora em teatro infantil, Livia tem desenvolvido sua pesquisa artística acerca das questões do feminino e da condição existencial da mulher. No cinema, escreveu e dirigiu o curta metragem ”Lembranças de Barcelona”, feito na Espanha em 2011, sobre o tema do feminicídio, que foi exibido na Mostra do Filme Livre em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Foi contemplada pelo Iberescena em 2017, para criação dramatúrgica em residência no Uruguai, que resultou no texto “Noventa Minutos”. Fez cursos livres na New York University (EUA) e na EICTV, em Cuba. Seu trabalho tem circulado pelo Brasil, Chile, Uruguai e Portugal. Realizou uma residência artística na Dinamarca e no Brasil com a performer mexicana Violeta Luna, resultando na performance “Urucum – Oráculo de corpos demarcados”.
Idealizou O Levante! – Festival Internacional de Mulheres em Cena, realizado no ano de 2019 em Belo Horizonte.

www.liviagaudencio.com

Parceiros

GABRIEL COSTA

Gabriel Costa está envolvido com música desde os 15 anos, tocando em bandas de diferentes estilos, alternando entre guitarra, bateria e baixo. Nesse período entrou para o Centro de Formação Artística, da Fundação Clóvis Salgado, onde consolidou seus estudos musicais. A partir daí trabalhou com música autoral, participando de diversos festivais, dentro e fora do estado. Logo após, foi convidado a participar da peça “Fábulas Errantes”, quando, então, teve mais envolvimento na criação de trilha sonora para o teatro, como nas peças “Beijo de Tangerina” e “Romeu e Julieta na era dos Recicláveis”, sendo este último agraciado com o Prêmio de Melhor Trilha Sonora Usiminas/Sinparc.

DEINHA BARUQUI

Deinha Baruqui é mineira de Belo Horizonte, formada em Artes Cênicas pela UFMG. Atriz, Marionetista e Arte-Educadora, atua no mercado profissional desde 2002 com participações em espetáculos teatrais (infantis e adultos), manipulação em teatro de bonecos, campanhas publicitárias, vídeos e internet. Em 2011 ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no 8º Prêmio Usiminas /Sinparc (espetáculo “Garatuja: Barba Azul e Outras Histórias”), 2010 Melhor Atriz Teatro infantil no Prêmio SESC/SATED 15 anos (espetáculo “Crianças Invisíveis”) e 2008 como Melhor Atriz no Festival Estudantil de Teatro (FETO), Categoria Escola de Teatro (espetáculo “Garatuja”).

LUCIANO LUPPI

Luciano Luppi é ator desde 1969.É também autor, diretor e professor de teatro. Tem participação incessante nos movimentos artísticos e culturais, incluindo ópera, dança, televisão e cinema. Participou de mais de 50 peças de teatro, mais de 60 comerciais para televisão, filmes de longa-metragem, minisséries e novelas na TV Globo.

FABIANA LOYOLA

Atriz desde 2001. Já fez NET (Núcleo de Estudos Teatrais), já estudou na Escola de Teatro da PUC (Pontifícia Universidade Católica), já fez o início da graduação em Teatro na UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) e formou na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com habilitação em Bacharelado em 2011. Concluiu o curso profissionalizante do CEFAT (Centro de Formação Artística), da Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes em 2010 e me aventurei em dois projetos do Galpão Cine Horto: o Oficinão em 2012, projeto dirigido pela Rita Clemente; e o Pé na Rua em 2013, projeto dirigido pela Mariana Muniz.

BELLA MICHIELINI

Atriz, cantora e professora no curso de teatro da PUC e está na cia há 10 anos. Das 6 indicações ao prêmio de melhor atriz pelo SINPARC ganhou 2. Um deles com o espetáculo da nossa produção Romeu e Julieta na era dos recicláveis. Vida longa à essa parceria!

JOSÉ SAMPAIO

Ator, diretor e dramaturgo. Formação pelo CPT de Antunes Filho e SP Escola de Teatro. Desde 2007, atua nas artes cênicas em projetos autorais e com diversas companhias de São Paulo, entre elas: Os Satyros, ExCompanhia de Teatro, Agrupamento Andar 7 em trabalhos que receberam prêmios Shell e APCA.

JORDAN ANTUNES

Ator e Apresentador. Formação em Teatro pela Oficina Puc-MG, Comunicação Visual e Produção Cultural. Mais de 20 espetáculos teatrais apresentados. Está há mais de 10 anos atuando profissionalmente em TV, Publicidade, Canais de mídias sociais e Cinema. 

DANIEL CARVALHO FARIA

Ator, diretor e produtor. Formado em Artes Cênicas pela UFMG e como ator pelo Palácio das Artes (BH/MG). Dirigiu os espetáculos “O Acidente” de Bosco Brasil e “O Berro” de Sara Pinheiro. Estudou teatro e dramaturgia com Márcio Abreu, Jefferson Miranda, Miwa Yanagizawa, Rita Clemente, Pedro Brício e Eric Lenate.

BIANCA FERNANDES

Atriz e psicóloga. Gosta de contar histórias fantásticas no teatro e de ouvir histórias reais no consultório, mas as vezes também o contrário acontece. Uniu essas duas profissões na busca por compreender a alma humana através da arte. 

FAFÁ RENNÓ

Atriz formada pelo CEFAR – Palácio das Artes e bacharel em Jornalismo pela Universidade FUMEC. No teatro esteve no elenco de várias montagens desde 1988. Co-Fundadora e ex-integrante da Cia Luna Lunera de Belo Horizonte está em SP desde 2012 e já integrou o elenco de peças de teatro adulto e infantil, séries para TV e Netflix, participa do canal de Humor do Youtube Embrulha pra Viagem, campanhas publicitárias, curtas e Longas metragens. 

ELIOT TOSTA

Ator e produtor. Participou do Grupo de estudos do grupo TAPA ministrado por Clara Carvalho e Malu Bazan; do Núcleo Experimental de Artes Cênicas 2012/SESI-SP orientado por Maria Thais e Cris Lozano, do NAC-UNESP/2014 com orientação de Lee Taylor, e formou-se em Técnico em Canto pela Etec de Artes em 2017.

BÁRBARA SALOMÉ

Atriz e palhaça. Estudou teatro na UFOP-MG e especializou-se em Humor pela SP Escola de Teatro\SP. Como atriz, colaborou com diversas companhias e com o trabalho “Por acaso, navalha” foi indicada ao prêmio R7 Melhores do Teatro na categoria “Artista Revelação”. Criou a [ C A S A _ coletivo de arte] espaço de investigação e encontros cênicos e atualmente é parceira da Tríplice Cultural nos espetáculos “Flicts” e “Um lugar chamado Sim”.

RAI TEICHIMAN

Formada em Comunicação das Artes do Corpo pela PUC/SP com habilitação em Performance. Em 2012 fez parte do Núcleo Experimental do SESI – SP com direção de Maria Thais. Outros espetáculos importantes em sua carreira foram “Ana não está” com direção de Gilberto Grawonsk e “Tribos” onde pode atuar ao lado de Antonio Fagundes no papel de Ruth, sua filha.

EDERSON MIRANDA

Ator e diretor licenciado e bacharel em Interpretação Teatral pela UFMG, formado pelo Núcleo Experimental de Artes Cênicas do Sesi/SP coordenado por Maria Thais/USP, e pelo Centro de Pesquisas Teatrais (CPT) coordenado por Antunes Filho em São Paulo.

EspetáculosFora de Repertório

A Eterna Luta entre o homem e a mulher

A Hora do Brasil

Os impostores

Deuses: da origem do teatro à origem do universo

Avarento

Nossa Cidade

dezembro, 2019

Sem eventos

Contato

Telefone

+55 31 3318-3614
+55 11 2365-5604

E-mail

contato@companhiaotrem.com.br

X